sábado, 19 de maio de 2018

Bolo Picada de Abelha! // Bienenstich Bee Sting Cake

              


Bienenstich Bee Stig Cake // Bolo picada de Abelha! 
Este bolo leva me imediatamente para a natureza abelhas flores, caminhadas no campo no Bosque e depois chegar a casa e ter uma delicia destas para o lanche, pede ser melhor? Difícil acreditem. Parece que é um bolo Alemão, confesso que não fiz uma pesquisa intensa sobre  este bolo caricato. Que foi confeccionado para 28ª edição do Sweet World Challenge, tema mensal dos Blogs Basta Cheio e Lemon & Vanilla 
É um bolo muito bonito, fica muito lindo a nível de apresentação com uma crosta fantástica bem douradinho, as amêndoas dão lhe uma textura bem crocante.
A nível de sabor confesso que não me deslumbrou, mas também sou suspeita eu sou mais de doce de colher. Mas lá por casa gostaram muito.
E gostei muito de o fazer, que para mim é 80% do objectivo de um doce que faça, gosto mais de fazer...
Mas como disse este bolo leva me directo para Natureza para uma passeio pelo campo, flores, abelhas, tenho o habito de associar sabores a momentos, memorias que nos ficam registadas por alguma razão. E este bolinho leva me para aqui... 


                                                            
  




Ingredientes para Massa de bolo (Brioche)
150 gr de farinha de trigo
100 gr de açúcar mascavado
3 ovos
4 colheres de sopa de leite norno
1 colher de chá de fermento de seco
25 gr de manteiga sem sal amolecida 


Ingredientes para recheio (Creme Pasteleiro)
500g de leite (1/2 litro)
4 ovos
125g de açúcar mascavado
40 gr  de amido de milho 

15g de farinha Custard)

Ingredientes para Topping 
50 gr de açúcar mascavado
1 colher de sopa de mel
1 pitada de flor de sal

1 colher de sopa de leite 
100gr de amêndoa laminada  


Comece pelo Toping a seguir creme pasteleiro e por fim o bolo

Preparação do Topping

Colocar todos os ingredientes  num tacho excepto a amêndoa que se coloca mais tarde assim que tiver uma calda ligeiramente expeça para não partir amêndoa.

Preparação Creme de Pasteleiro Robot de Cozinha
Colocar todos os ingredientes no copo e bater alguns segundos na velocidade 5-7-9. 
Colocar a borboleta e programar 8 minutos, temp. 90, vel 3.
Retirar de imediato para uma taça depois de pronto, reserve deixe arrefecer.


Preparação Creme Pasteleiro Método  Tradicional
Colocar todos os ingredientes num tacho e com uma batedeira ou varinha magica dissolver bem a farinha, levar ao lume até engrossar sempre a mexer.  
Assim que estiver pronto passe para uma taça e deixe arrefecer, reserve.


Preparação  bolo método robot de cozinha 
Colocar a borboleta e bater as claras em castelo 4 mint/ vel.3,5 reservar.
Sem limpar o copo e ainda com borboleta colocar as gemas com o açúcar ,manteiga e o leite 4 mint/vel.3, retirar a borboleta  e colocar a farinha e o fermento peneirados mais 3 mint/ vel.5 juntar as claras batidas em castelo e com uma espatula envolver delicadamente,coloqu novamente a borboleta e programe mais 3 mint/ vel.3, coloque numa forma de fundo amovível forrada com papel vegetal, fundo e laterais. 
E por cima coloque o toping do bolo , leve ao forno a 180ºC cerca de 30 minutos ou ate ficar bem douradinho e cozido claro (teste do palito)

Preparação bolo Método Tradicional
Comece por bater as claras em castelo, reserve 
A seguir bater as gemas com o leite,manteiga, açúcar e a manteiga até obter um creme esbranquiçado. Junte a farinha peneirada junto com o fermento e por fim envolva as claras delicadamente, coloque numa forma de fundo amovível forrada com papel vegetal, fundo e laterais. 

E por cima coloque o toping do bolo , leve ao forno a 180ºC cerca de 30 minutos ou ate ficar bem douradinho e cozido claro (teste do palito)

 Montar o bolo 
Depois do bolo frio corte a meio e recheie generosamente com o creme de pasteleiro sem chegar muito as bordas, coloque a parte de cima do bolo com cuidado em cima da parte de baixo com o creme leve ao frio e sirva, quando muito bem apetecer...   





Bom Apetite!



quinta-feira, 17 de maio de 2018

Pão de Espelta e Sultanas!


Pão ...
Tem tantas variedades tantos sabores e mesmo cores.
Sempre presente nas nossas mesas a todas as refeições. Até simples sem nada apenas o seu sabor e sua simplicidade de... pão. Este que trago hoje é de farinha de espelta. Foi 1º vez que fiz gostei, mas eu adoro fazer pão só o cheirinho que deixa pela casa Meu Deus que maravilha e comer ainda quentinho a crocancia da crosta bem, isto a hora do lanche escusado será dizer que pouco sobra para o jantar. Este é o meu pão de espelta, fiz com passas ficou otimo. 


Benefícios Da Farinha De Espelta: Texto retirado Aqui se quiser saber mais sobre farinha espelta

Este cereal milenar fornece uma série de benefícios para a saúde que não podemos ignorar.
Fornece energia: a espelta possui múltiplas vitaminas e minerais que para nosso organismo são indispensáveis como, por exemplo, as vitaminas do grupo B, que são aquelas que se encarregam de manter o sistema nervoso em ótimas condições. Também trabalham para favorecer o metabolismo, gerando energia. Por isso o consumo de espelta está especialmente indicado para aquelas pessoas que praticam esporte de forma habitual e com certa intensidade.
  • Favorece a digestão: consumir produtos preparados com farinha integral de espelta ou grão integral de espelta, ajudará a ter boas digestões devido a sua fácil digestão e seu elevado teor de fibra. Por outro lado, o glúten que este cereal é muito mais solúvel em água que o do trigo comum, e isso é o que faz com que resulte mais leve para o estômago. Assim, a espelta também é apropriada para eliminar a constipação e controlar o peso nas dietas de emagrecimento, já que a sua contribuição de gorduras poli-insaturadas ajuda a combater a obesidade. Tampouco devemos esquecer que a fibra desempenha um papel importante nos níveis de pressão arterial.
  • Melhora da pele: introduzir a espelta na alimentação, junto com uma dieta equilibrada, ajuda a reduzir a acne e ter uma pele mais saudável. Graças ao seu conteúdo em vitaminas do grupo B, ajuda a prevenir o estresse e evitar as incômodas dores de cabeça. 
  • Reparar os tecidos: a espelta contém magnésio e ácido silícico, que resultam ser nutrientes básicos para o organismo humano e ajudam a reparar os tecidos e fortalecer o nosso sistema imunológico.
Diz-se que a espelta pode ajudar a prevenir doenças relacionadas com o sistema cardiovascular, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer de mama. Assim, por todas essas contribuições que nos oferece este antigo cereal, podemos afirmar que estamos falando, sem dúvida, de um verdadeiro superalimento, que convém deixar entrar em nossas vidas.


Ingredientes
300 gr farinha de espelta
200 gr de farinha de trigo 
1 colher de chá de flor de sal
25 gr de fermento de padeiro fresco
2 colheres de sopa de azeite 
330 gr de agua
100 gr de sultanas 

Preparação robot de cozinha 
Coloque a agua,sal, fermento,e o azeite no copo programe 2 mint/vel.1/37ºC
Junte as farinhas e as sultanas e amasse em velocidades espiga 4 minutos.Retire para cima da banca com farinha e dê a forma ao pão que quiser passe para um tabuleiro forrado com papel vegetal e de uns cortes por cima da massa e deixe levedar por 30 a 40 minutos ou ate dobrar o tamanho num local onde seja protegido de correntes de ar frio costumo colocar dentro do forno.
Leve a cozer no forno a 180ºC 30 a 40 minutos. Ou até o pão estar douradinho e o cheiro a pão se impuser pela casa  .
Retire do forno e deixe arrefecer... Se conseguir.

Preparação Tradicional
Desfaça o fermento em um pouco de agua morna coloque as farinhas numa bancada abra um buraco no meio e vá colocando a agua, va amassndo misturando bem ate ter toda a agua e farinha junte por fim os resstantes ingredientes sal, azeite e as sultanas amasse muito bem sobar mesmos a massa sempre de fora para dentro até obter uma massa bem homogénea e elástica.
Dê a forma ao pão que quiser passe para um tabuleiro forrado com papel vegetal e de uns cortes por cima da massa e deixe levedar por 30 a 40 minutos ou ate dobrar o tamanho num local onde seja protegido de correntes de ar frio costumo colocar dentro do forno.
Leve a cozer no forno a 180ºC 30 a 40 minutos. Ou até o pão estar douradinho e o cheiro a pão se impuser pela casa  .
Retire do forno e deixe arrefecer... Se conseguir.




Bom Apetite!


terça-feira, 1 de maio de 2018

Caracóis ... Um Petisco!


Caracois! Ou se Ama ou se odeia ... Dificilmente tem meio termo.
Eu adoro confesso! Faz lembrar o verão os finais de tarde quentes depois de um dia de praia sentar numa esplanada descontraída a encontrar forças para vir embora. Um monte Alentejano! Ou até o sitio mais improvável para petiscar um prato de caracóis, um cafezinho de aldeia bem no coração do verde Minho.
Sou do Norte mas dês de muito cedo que esbarro com este verdadeiro petisco mais do Sul.
E quando vi que era o tema do mês de Maio no Dia Um...Na Cozinha!
Pronto lá terá que ser...
As vezes um pouco de batota na cozinha sabe bem, não acham?
Comer algo que gostamos sem termos que passar horas na cozinha, se bem que (nós) gostamos, adoramos cozinhar é sempre um prazer sem duvida alguma.
Mas hoje não foi o caso ...
E num feriado lindo destes bem quentinho ahhh vamos é dar um longo passeio a beira Mar, subir uma montanha, caminhar no Parque não importa dês de que se carreguem baterias apanhe um pouco de vitamina D. Sem pressas, sem horas só apreciar o que nos rodeia sentir o vento o cheiro do mês de Maio.





 Ver as flores desabrochar!
Sentir o doce Aroma da Primavera.




Ingredientes 

Pão tipo alentejano do dia anterior de preferência
Azeite q/b
Alho em pó q/b
Oregãos secos q/b
1 embalagem de caracóis de uma boa marca de compra (encontra facilmente no super mercado perto de si) já cozinhados claro ;)

Preparação

Corte o pão as fatias regue com azeite, polvilhe com alho em pó e oregãos, leve ao forno até sentir o cheiro de pão torradinho com aromas de azeite e alho, tem melhor? NÃO!!
Coloque os caracóis com o molho que trás num tacho e leve ao lume médio aquecer até ferver.
Passe para uma travessa ou prato, retire as tostas do forno e sirva com uma cerveja estupidamente gelada.
De preferência num terraço, numa varanda onde possa continuar a sentir o sol na pele.





    E assim trago uma receita ou melhor uma maravilhosa batota na cozinha... 
    Mas também merecemos um pouco de descanso neste feriado, não??







quinta-feira, 26 de abril de 2018

Pão Caseiro Broa de Milho




Adoro o cheiro de pão acabado de fazer deixa a casa mesmo perfumada...
Este fiz especial para acompanhar uma parrilhada de peixe na brasa. E ficou muito bom apesar de o fermento que usei não ter sido uma boa escolha e não cresceu o pretendido. Mas no seu pior deu uma excelente broa.
Porque não tem coisa melhor que um pãozinho ainda ligeiramente morno super crocante, para acompanhar uma refeição mais ligeira.


Ingredientes
Massa de levedura
100 gr de água
20gr de fermento de padeiro fresco ou  (seco 1/2 saqueta)
50 gr de farinha de trigo
1. colh.chá de açúcar 

Broa 
300gr de água
250 gr de farinha de milho
30 gr de azeite
1.colh.chá de flor de sal
100 gr de farinha de trigo 

Preparação Robot de Cozinha (Bimby)
    Massa de levedura
  1. Coloque no copo a água, o fermento, a farinha, e o açúcar e misture 10 seg/vel Retire e espere que dobre de volume.
Broa 
  1. Coloque no copo a água e aqueça 3 min/100°C/vel 1. Adicione a farinha de milho e envolva 1 min/vel 3. Retire o copo da base e deixe arrefecer.
  2. Quando a massa estiver morna, adicione a massa de levedura, o azeite, o sal, a farinha de trigo e amasse 4 min/veDough mode 
  3. Retire a massa, polvilhe com farinha de trigo, faça uma bola e coloque num tabuleiro polvilhado com farinha, deixe que dobre de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C cerca de 50 a 60 Minutos.
Preparação tradicional
Massa de Levedura
Coloque num  copo alto  a água, o fermento, a farinha, e o açúcar e misture muito bem, reserve até dobrar de tamanho.

Broa 
Aqueça a água  (não precisa ferver) junte a farinha de milho e misture muito bem deixe repousar um pouco ate ficar bem morninha.
Depois junte a massa da levedura, o azeite, o sal, a farinha de trigo e amasse muito bem ate massa ficar bem homogénea e elástica.
Polvilhe com um pouco de farinha de trigo faça uma bola de o formato pretendido ao pão e coloque num tabuleiro polvilhado com farinha, deixe que dobre de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C cerca de 50 a 60 Minutos.
Retire do forno deixe arrefecer e depois é só degustar.




Bom Apetite!


quarta-feira, 25 de abril de 2018

Torta de coco com recheio de Raffaello

Coco...
Branco adoro tudo que é branco.
Uma torta  de coco eu só visualizo o Branco. O branco para mim passa calma serenidade espaço. E é com uma certa nostalgia que vejo o Inverno a ir se embora a levar consigo a neve tão branca que este áno nos brindou até bem tarde com seus mantos espalhados pelos pontos mais altos de Portugal. 
Mas enfim o Abril chegou e também época perfeita para entrar serra, bosque adentro e ver, sentir o despertar o impor da primavera e as flores que começam a desabrochar... tão lindas, delicadas perfeitas e fortes. Começam a impor-se a dureza do gelo, neve e frio. E para celebrar  a chegada tardia da primavera mas segura, trago uma torta de coco muito boa acreditem. Que vale a pena fazer, eu adorei fazer e depois o branco levou me um pouco mais alem da receita original. Do Blog A Pimenta Rosa Da Querida Andreia Sousa. Podem encontrar a receita original AQUI.
Alterei um pouco acrescentei recheio, a meu gosto. Mas adorei, Andreia!



Deixo aqui minha versão 
Espero que gostem!





Ingredientes
120 gr de coco ralado
150 açúcar de coco
20 gr de óleo de coco
6 gemas de ovo
1 colher de chá de amido de milho
4 claras 

Ingredientes Recheio
150 gr de leite condensado
70 gr de coco ralado
100 gr leite de coco 
70 gr de avelã triturada

Preparação recheio Robot de Cozinha (Bimby) 
Comece pelo recheio para arrefecer   


Coloque a avelã no copo e de um toque de turbo, junte o leite condensado,leite de coco e o coco ralado 10 mint/ vel.2/100ºC reserve arrefecer

Preparação da Torta Robot de Cozinha (Bimby)  
Pré aquecer o forno a 180ºC 
Bater as claras em castelo reserva. A seguir coloque no copo sem o  lavar  e sem retirar a borboleta o açúcar junto com as gemas e óleo de coco ate obter uma mistura bem cremosa cerca de 3 mint/ vel.4 junte o coco ralado e por fim as claras em castelo, com ajuda de espátula envolva cuidadosamente, leve ao forno cerca de 20 minutos até a massa estar cozida.
Retire do forno e vire a tarte sobre um pano polvilhado com coco e açúcar de coco. 
Coloque o recheio sem chegar muito as pontas ( para não vazar fora) Enrole cuidadosamente e deixe arrefecer por completo.Decore a gosto. Sirva fresca.

.

Preparação tradicional da Torta
Pré aqueça o forno a 180ºC
Bater o açúcar com as gemas e óleo de coco até obter uma massa esbranquiçada e cremosa juntar o coco e o amido de milho bater mais um pouco. 
Bater as claras em castelo e juntar a massa de coco, com ajuda de espátula envolva cuidadosamente, leve ao forno cerca de 20 minutos até a massa estar cozida.
Retire do forno e vire a tarte sobre um pano polvilhado com coco e açúcar de coco. 
Coloque o recheio sem chegar muito as pontas ( para não vazar fora) Enrole cuidadosamente e deixe arrefecer por completo.Decore a gosto. Sirva fresca

Preparação recheio método tradicional
Comece pelo recheio, para arrefecer.

Triture as avelãs grosseiramente junte o leite de coco, leite condensado leve ao lume brando até engrossar um pouco reserve arrefecer




Pode também servir com uma bola de gelado a gosto! 
Para os mais gulosos vão adorar.


A cozinhar com...

Bom Apetite!